Liverpool-brasil.com

História

Houlding comprou o Anfield em 1891, e propos um aumento do aluguel do estádio ao Everton entre £100 a £250 mil por ano. Mas o Everton, que jogava em Anfield há sete anos se recusou a pagar o aumento do aluguel de Anfield que Houlding queria, então o Everton se mudou para um novo estádio o Goodison Park.[7]

Revoltado com a atitude dos dirigentes do Everton, John Houlding fundou o Liverpool Football Club em 15 de março de 1892 para jogar no Anfield que estava desocupado. O nome original do clube era para ser Everton Football Club, Athletic Grounds, Ltd ou Everton Athletic, mas foi mudado para Liverpool Football Club quando a FA recusou a reconhecer a equipe com o nome de Everton.

Cinco vezes vencedor da Liga dos Campeões, é o clube inglês mais bem sucedido da história da competição, ganhou o primeiro título no estádio Olímpico de Roma na temporada 1976-77 contra o Borussia Mönchengladbach da Alemanha pelo placar de 3-1. Já no ano seguinte, conquistou o bicampeonato ao vencer por 1-0 o Brugge, da Bélgica, no lendário estádio de Wembley, em Londres.

Após dois títulos seguidos do Nottingham Forest nas temporadas 1978-79 e 1979-80, confirmando o domínio inglês na competição européia, o Liverpool voltou a alcançar a final na temporada 1980-81, vencendo o Real Madrid pelo placar de 1-0, no estádio Parc des Princes, em Paris.

Antes disso, porém, seguindo a tradição dos clubes europeus, que à época, não valorizavam a disputa do título intercontinental, o Liverpool desistiu de disputar a final da Taça Intercontinental de Clubes com o Boca Juniors em 1978. Os Reds venceram seu quarto título europeu na temporada 1983-84, contra a Roma. O jogo terminou empatado por 1-1, com os Reds vencendo, nos pênaltis, por 4-2 em pleno Olímpico de Roma. Enfrentaram o campeão sul-americano Independiente da Argentina na final da Mundial Interclubes de 1984 mas novamente foram derrotados, com o placar de 1-0 para os argentinos.

O clube voltou a conquistar o troféu mais cobiçado do continente apenas na temporada 2004-05, em uma lendária final contra o Milan na partida ficou conhecida mundialmente como O Milagre de Istambul, e que muitos consideram a melhor partida da Liga dos Campeões de todos os tempos.

Neste jogo, os Reds conseguiram a proeza de levar o jogo para a decisão por pênaltis após terminar o primeiro tempo perdendo por 3-0, com grande atuação do capitão Steven Gerrard, eleito o melhor jogador da UEFA no mesmo ano. Nos pênaltis prevaleceu a estrela do goleiro polonês Jerzy Dudek, que defendeu duas cobranças, deixando o placar em 3-2 e dando o quinto troféu da Liga dos Campeões ao Liverpool no Olímpico Atatürk em Istambul.

O ano de 2005 só não foi perfeito para o Liverpool porque perdeu a disputa do Mundial Interclubes da FIFA para o São Paulo Futebol Clube, pelo placar de 1-0. Embora o Liverpool tenha exercido pressão durante toda a partida, não conseguiu evitar o tricampeonato mundial do clube brasileiro.

O clube esteve perto de conquistar seu sexto título mais importante de sua história na temporada 2006-07 mas perdeu para o mesmo Milan que derrotou no chamado O Milagre de Istambul.

Para completar as conquistas europeias, venceu a Copa da UEFA três vezes sendo o único clube inglês com mais taças na competição, a primeira na temporada 1972-73 contra o Borussia Mönchengladbach, da Alemanha, e na temporada 1975-76 contra o Brugge, da Bélgica, ambos em partidas de ida e volta. Já no novo formato da competição, venceu o espanhol Deportivo Alavés em uma final histórica pelo incrível placar de 5-4, com gol de ouro.

O time completou um trio sem precedentes de duas copas nacionais, a Copa da Liga e a Copa da Inglaterra e a Copa da UEFA na temporada 2000-01. Contudo, ganhar um trio não foi algo novo, pois na temporada 1983-84 eles foram vitoriosos na Liga dos Campeões, no Campeonato Inglês e na Copa da Liga. Esse foi o primeiro trio de grandes títulos a ser alcançado por um clube inglês.

O clube também esteve presente nas duas maiores tragédias do futebol europeu: em Heysel em 1985, que afastou todos os clube ingleses das competições europeias por cinco anos, e o Liverpool por seis anos, e em Hillsborough em 1989, onde 96 torcedores do Liverpool morreram durante uma partida entre Nottingham Forest e Liverpool.