Liverpool perde para o West Brom em casa e dá adeus a FA Cup.

Existe um ditado em espanhol “la calma que precede a la tormenta”. O ditado anuncia que quando tudo está sobre controle, algo vai acontecer e deixar as coisas fora de ordem novamente. Foi o que aconteceu em Anfield, após a vitória contra o Líder Manchester City(que tirou a então invencibilidade do time de Manchester) E a injeção de ânimo que o time recebeu, tudo parecia estar sob controle após a saida de Coutinho, o Liverpool jogou bem e conseguiu derrotar o lider do campeonato. Entretanto, depois disso os Reds amarguraram dois tropeços seguidos, uma derrota em casa para o Swansea(então lanterna da Premier League) e agora a fatídica eliminação na Fa Cup para o West Brom. 

O Jogo em si foi marcado por um bom 1º tempo, movimentado e intenso. O Liverpool abriu o placar logo aos 5 minutos com Firmino encobrindo o bom goleiro Foster. O West Bromwich reagiu e logo no lance seguinte empatou com Jay Rodriguez, que em menos de 5 minutos virou o jogo para 2–1. E Matip finalizou a lambança terminando o primeiro tempo com um gol contra, fechando o placar em 3–1 . Jogo esse que também foi marcado pela atuação do árbitro Craig Pawson, que utilizou o recurso do VAR duas vezes. A primeira anulando um gol do West e a segunda marcando um Penal em Salah. E Pasmem, nem o árbitro de vídeo foi capaz de salvar esse time.

No 2º tempo o Liverpool esbarrou na falta de criatividade, com um meio de campo apagado e sem alternativas no banco, a tragédia já estava anunciada. O time conseguiu achar um gol com Mohamed Salah, mas não fui suficiente para conseguir levar o jogo para o Replay. E o time de Liverpool acabou dando adeus a FA Cup dentro de casa para o West Bromwich.

Tendo em vista o atual cenário da Premier League, com a gordura acumulada do City na liderança, dificilmente outra equipe será capaz de ultrapassar os Cityzens. Além da minuscula chance que o Liverpool tem na Liga dos Campeões, uma vez que perdeu o seu principal jogador para o Barcelona. A FA Cup seria a única oportunidade concreta de título na temporada. Entretanto, quis o destino que o desfecho fosse outro e o time do norte da Inglaterra foi eliminado e deve amargurar mais uma temporada sem títulos.

Existe um provérbio que diz que após grandes derrotas, vem grandes vitórias, e se Klopp ainda almeja uma grande vitória, que poderia ser a conquista da Champions League, deverá ir atrás de um camisa 10, e laterais competentes, é praticamente impossível um time chegar longe na Champions sem essas armas. Um time como o Liverpool olhar no banco e ter peças como Solanke ou Ings(que não joga regularmente a bastante tempo) é preocupante. Os 130 milhões de euros que o Liverpool arrecadou com a venda do Coutinho dão poderio ao clube no mercado, e os Reds não devem ter medo de usar.

por Yan Gomes