O Liverpool começa a temporada 2017/18 em meio a uma grande expectativa, e aqui estão os altos e baixos das estreias do clube na Premier League.

Como todos sabemos, a atual liga foi inventada em 1992 com o nascimento de um novo conceito que eles chamaram de Premier League.

O Liverpool é uma das seis únicas equipes que participaram em todas as competições desde o início do novo projeto inglês, e estará à procura de mais uma vitória quando enfrentam o Watford no sábado.

Mas como foram as estreias nas temporadas anteriores dos Reds desde 1992/93? Aqui estão os confrontos mais notáveis.

 1992: Nottingham Forest 1-0 Liverpool

O primeiro jogo do Liverpool na era Premier League deu o tom de como as coisas viriam.

A derrota para o Nottingham no City Ground não foi boa, especialmente porque "odiamos a floresta de Nottingham". Nascia uma rivalidade ...

Teddy Sheringham foi o goleador naquele dia, que viria a marcar mais seis gols contra os vermelhos, quatro dos quais vieram em Anfield durante seus dias de Tottenham.

 1994: Crystal Palace 1-6 Liverpool

O Liverpool terminou em sexto naquela primeira temporada sob  o comando de Graeme Souness, mas em 1994, com Roy Evans no comando, o clube parecia estar começando a ajeitar as coisas.

Uma vitória de 6-1 frente ao Crystal Palace no Selhurst Park foi um catalisador para uma temporada vencedora da Copa da Liga e, embora o clube tenha terminado em quarto lugar, mostrara sinais de progresso, quebrando a marca de 70 pontos pela primeira vez em quatro temporadas.

 1996: Middlesbrough 3-3 Liverpool

Os time de Evans eram reconhecido por seu futebol ofensivo, e em 1996 um trailer cheio de gols no Riverside abriu a temporada.

Stig Inge Bjornebye, John Barnes e Fowler marcaram para os Reds, mas eles não conseguiram uma vitória por um novo hat-trick do então chegado reforço italiano do Middlesbrough, Fabrizio Ravanelli.

2003: Liverpool 1-2 Chelsea

Apesar de seu estilo de entretenimento, Evans foi incapaz de conquistar algo além de uma Copa da Liga para o clube, e uma derrota decepcionante para o Manchester United na final da FA Cup de 1996 apenas piorou as coisas.

Em 2003, Gerard Houllier ocupou o cargo.

O francês trouxe o sucesso de volta para o clube com um triplé de títulos em 2001 e outra Copa da Liga em 2003, mas a estreia na temporada foi com uma derrota por 2-1 contra o Chelsea em Anfield.

2006: Sheffield United 1-1 Liverpool

Houllier foi substituído por Rafa Benítez em 2004 e os triunfos do espanhol em suas duas primeiras temporadas não precisam mais de elaboração aqui.

Mas o jogo de abertura da temporada de 2006 terminou em um decepcionante empate com o recém-promovido Sheffield United.

Um gol de Rob Hulse colocou o time da casa à frente, e o Liverpool apenas poupou o embaraço da derrota quando uma penalidade controversa concedida pelo árbitro Rob Styles foi convertida por Fowler.

2012: West Bromwich Albion 3-0 Liverpool

Post-Benitez, veio um período sombrio da história do Liverpool, mas o novo técnico Brendan Rodgers conseguiu respirar com alguma sobrevida logo depois da desastrosa estreia.

Seu mandato começou com um dos piores inícios do clube.

Zoltan Gera, Peter Odemwingie e Romelu Lukaku deram a Steve Clarke, um começo inesperado, mas bem vindo, para o seu novo trabalho.

 2013: Liverpool 1-0 Stoke City

Na temporada seguinte, Rodgers começou a provar seu valor, mas poderia ter sido muito diferente se não fosse por Simon Mignolet, defendendo uma penalidade no dia da estreia contra o Stoke.

Havia pouco para comemorar até esse momento, mas o clube terminou satisfeito com a vitória e pelas performances encorajadoras de Daniel Sturridge, Philippe Coutinho e Iago Aspas.

Uma penalidade anotada após um toque de mão de Daniel Agger aos 89 minutos parecia ser o pior que poderia acontecer depois de dominarem o jogo.

Mas a defesa da penalidade sobre o time de Jonathan Walters criou o impulso que veria o clube chegar o mais próximo que já tiveram para ganhar um título da Premier League.

 2016: Arsenal 3-4 Liverpool

E para o presente, onde é apropriado lembrar um dos mais excitantes jogos de estreia na história do clube, sob uma nova esperança liderada pelo carismático Jurgen Klopp.

O brasileiro Philippe Coutinho foi o nome do jogo ao marcar duas vezes – na primeira, cobrou falta de longe com perfeição no ângulo de Cech. Lallana e Mané chegaram a colocar o placar em goleada após Walcott abrir o placar, mas Chamberlain e Chambers diminuíram o prejuízo .

James Nalton / Thisisanfield