Philippe Coutinho e Roberto Firmino marcaram ambos duas vezes, enquanto o Liverpool aproveitou outra fantástica vitória para golear o Brighton por 5-1

Houve uma grande surpresa quando os Reds divulgaram a escalação, com Gini Wijnaldum e Emre podendo se juntar a Dejan Lovren em um sistema de três zagueiros.

O Liverpool teve muita posse nos estágios iniciais, encontrando opções nos pés com a nova formação, mesmo com uma defesa improvisada.

A abordagem paciente foi recompensada quando Emre Can entrou na área em escanteio batido por Philippe Coutinho aos trinta minutos. Iniciava outro jogo dentro do jogo.

O time de Klopp estava confiante e jogava fantásticamente, controlando o jogo com uma apresentação sensata e paciente.

Os Vermelhos se sentiram em casa em visita ao Brighton neste sábado, pela 15ª rodada da Premier League. Com dois gols de Roberto Firmino e duas assistências e um golaço de Philipe Coutinho, os visitantes venceram por 5 a 1, em resultado que os coloca, ao menos momentaneamente, no G-4.

No primeiro encontro na elite inglesa contra o time recém-promovido desde a temporada 1982/83, o Liverpool acabou encaminhando o triunfo em um intervalo de exatos 79 segundos, intervalo que separou o primeiro e segundo gols, aos 30 e 31 minutos do primeiro tempo.

O marcador foi aberto por Emre Can, de cabeça, após cobrança de escanteio de Coutinho. Logo em seguida, nova assistência do brasileiro, mas agora para o compatriota Firmino ampliar.

Foi a quinta assistência de Coutinho em dez jogos na Premier League pelo Liverpool, o que significa dizer que ele teve participação direta em 12 tentos da equipe, já que também marcou sete vezes - uma também neste sábado.

O terceiro gol do Liverpool saiu novamente com Firmino – e rápido. Logo aos três minutos do segundo tempo, em um contra-ataque fulminante após grande defesa de Simon Mignolet, Mohamed Salah arrancou e serviu bola açucarada para o brasileiro chegar chapando.

O atacante egípicio, escalado como titular neste sábado por Jurgen Klopp – após marcar duas vezes saindo do banco na última rodada -, por sua vez, teve mão em 15 gols em 15 jogos no Inglês, mais do que qualquer outro companheiro de Liverpool. Foram 12 tentos marcados e três assistências.

O Brighton, que vinha de seis jogos e invencibilidade em casa, com duas vitórias e quatro empates, diminuiu Glenn Murray, aos seis minutos da etapa complementar, em cobrança de pênalti. No fim, porém, Coutinho apareceu de novo e decidiu o jogo.

Primeiro, aos 42 minutos, o brasileiro fez o quarto do Liverpool cobrando falta à la Ronaldinho Gaúcho, por baixo da barreira, surpreendendo o goleiro Matthew Ryan. Logo depois, aos 44, ele cruzou, e Lewis Dunk acabou cabeceando contra o próprio gol, fazendo contra.

Com o resultado, o Liverpool chega a 29 pontos, um a mais que o Arsenal, então quarto colocado, que fecha a rodada de sábado contra o Manchester United, vice-líder.

GOLS

Can 30′ (assist: Coutinho)
Firmino 31′ (assist: Coutinho)
Firmino 48′ (assist: Salah)
Murray 51′ (pen)
Coutinho 88′
Coutinho 89′

BRIGTHON 1x5 LIVERPOOL

Brighton: Ryan, Saltor, Duffy, Dunk, Bong, Knockaert, Stephens, Propper, Brown, Gross, Murray.

Liverpool: Mignolet, Alexander-Arnold, Can, Lovren, Robertson, Milner, Henderson (Grujic), Wijnaldum, Salah (Chamberlain), Firmino (Solanke), Coutinho.

Resumo jogo: ESPN BR