A saga Coutinho no Barcelona teve uma virada na sexta-feira, e parece que as coisas vão piorar antes de melhorarem.

Após o empate de 3-3 dos Reds em Watford no sábado pela estreia da Premier League, Jürgen Klopp deu uma atualização sobre a situação, dizendo que o destino de Coutinho estava em grande parte fora de suas mãos.

Entre aqueles que pesam sobre uma situação cada vez mais tensa: está o ex-capitão dos Reds, Steven Gerrard. Falando a BT Sport durante a cobertura da rodada, o ídolo vermelho caracterizou esta situação como complexa e delicada, fechando firmemente com o Liverpool.

"O problema aqui é o Barcelona, ​​porque eles vão dizer aos representantes de Coutinho:" É agora ou nunca. Se ele não vier agora, nunca mais voltaremos por ele. Então eles estão aumentando a pressão e é por isso que Philippe reagiu. Este garoto que veio da América do Sul sempre teve um sonho de jogar pelo Barcelona, ​​e ele está entrando em pânico pensando que, se ele não fizer isso agora, nunca mais irá acontecer ".


Quando perguntado se ele tem alguma simpatia pelo jogador:

"Um pouco. Claro. Conheço o garoto, eu sei que ele não é uma pessoa ruim, sei que ele não quer provocar uma guerra para sair. Mas no final do dia ele apenas assinou um acordo de cinco anos, o clube foi excelente para ele e fez dele o jogador que ele é. Você lembra que ele estava lutando na Inter de Milão. Nós lhe demos a chance, nós construímos este jogador. O mínimo que ele pode fazer é dar ao clube mais um ano ".

Gerrard também foi questionado sobre isso em comparação com a Saga Luis Suárez de 2013.

"Não tenho certeza de que o Barcelona estava ligando para Suárez naquele momento. Havia um pouco de especulação nos jornais, mas eram apenas rumores. Não tenho certeza de que o Barcelona estivesse lá naquele momento para Suárez. As únicas pessoas que ouvi foram lá de verdade eram o Arsenal. Eles estavam oferecendo £ 40 milhões e uma caneta. Para mim, o que Suárez fez no clube e o relacionamento que ele teve com os fãs, eu apenas sentei-o e disse: "Por que arruinar tudo isso e ir juntar-se a um clube que não lhe dá garantias de sucesso? Eu não acho que você está fazendo um grande salto. Por que você não é paciente, dê ao Liverpool outra temporada? Os fãs entenderão se você lhes dá mais um ano e depois vai ao Barcelona. '"

O ex-jogador da Inglaterra também deixou claro que não iria intervir, e que o clube deve lidar com isso.

"Eu não estou envolvido. Acho que Jurgen está conseguindo ter isso sob controle, acho que a FSG conseguiu manter sob controle e eles tem a chave. Tem havido momentos no passado, onde os jogadores não foram negociados e eles entraram e disseram 'Estou desesperado para ir' e acabou acontecendo. Este é um grande teste para o clube de cima para baixo para tentar ser tão forte quanto possível até o fim e não ceder ".