Treinador alemão poderia ter assumido os Red Devils em 2014, mas sentiu que não era o certo a se fazer Querido e dono de um bom trabalho em Anfield Road, Jürgen Klopp comanda o Liverpool desde outubro de 2015. No entanto, o alemão poderia treinar um outro gigante inglês vermelho.

Em 2014, o treinador foi procurado pelo Manchester United para substituir David Moyes, mas rejeitou a oferta dos Red Devils. Um ano depois, o técnico que tinha feito um excepcional trabalho no Borussia Dortmund e se tornou desejado por vários gigantes europeus, escolheu comandar o Liverpool.

Klopp admitiu que recusou o Manchester United e explicou porque rejeitou os Red Devils e quis treinar o Liverpool. "Existiu um interesse do Manchester United, um ano, um ano e meio antes de eu ir para o Liverpool, mas eu senti que não era o certo", afirmou à Sky Sports.

"Eu sou um romântico do futebol. Sou confiante, mas não tão confiante quanto outros treinadores, pensando que este e aquele clube vão me ligar. Muitos clubes me ligaram e eu disse: 'não, sem chance, eu preciso descansar agora'. Mas quando o Liverpool ligou, não teve jeito, até minha mulher sabia que se o Liverpool ligasse, eu iria".

"Quando o Liverpool ligou, não teve jeito. Era muito cedo para os meus planos, mas eu tive que ir. Eu senti o espírito do clube imediatamente. Para mim, foi uma conexão especial e dos céus".

Fonte: Goal.com