Apoiar o Liverpool de Jurgen Klopp não tem feito bem para o coração de Kenny Dalglish nesta temporada.

O kamikaze estilo dos Reds do volátil alemão na área técnica estão fazendo efeito no coração já com 66 anos de idade da lenda vermelha.

"É realmente emocionante, mas não é bom para o seu coração!" conta Dalglish  ao Sportsmail.

As palpitações do coração só aumentarão quando o Manchester United for a Anfield no sábado em uma partida que, apenas a oito jogos na temporada, poderá ter um efeito significativo na campanha do Liverpool. A derrota os deixariam a 10 pontos atrás de seus grandes rivais.

No entanto, Dalglish, para quem a ocasião será especial quando o Centenary Stand for renomeado em sua homenagem antes do pontapé inicial e se tornar o The Kenny Dalglish Stand, não poderia ser de outra maneira. E ele acredita que os torcedores do Liverpool concordam com ele.

"Nós temos o melhor cara no comando" diz ele. "Ele é perfeito para o clube e o clube é perfeito para ele. Nós escolhemos o técnico por causa do seu jeito Preferimos marcar três e sofrer dois do que marcar um e ganhar por 1-0. Sua filosofia é de atacar. Acho que se adequa ao povo de Liverpool.

"Ele certamente sabe como tirar o melhor proveito dos jogadores. Defensivamente, cada equipe passa por um período de gols perdidos e eles não conseguem explicar o porquê; um desafortunado salto da bola aqui ou ali. Não acho que vá continuar.

Dalglish também falou que o favoritimo dos dois clubes na liga é coisa do passado, e que o futebol inglês será sempre mais disputado:

"Os dias em que uma equipe ganha tudo na Premier League se foram", disse Dalglish.

"Você tem o Manchester, Chelsea, Liverpool, Tottenham; Além do Arsenal, todas as equipes são mais fortes do que alguns anos atrás.

"Cada gol que marcamos é importante se isso significar que conseguimos os pontos contra eles".

Dalglish prevê uma vitória de 2-1 do Liverpool. "Eu estou um pouco velho", ele admite, então abre abertamente seus motivos para o palpite.

"O técnico, ele será a chave para nós, ele dita as coisas. Mohamed Salah foi uma excelente contratação para nós. Tendo Philippe Coutinho de volta, ele terminou muito bem. Temos o prazer de vê-lo jogando tão bem.

E os homens-chave do United? "Eu realmente não percebi isso", disse, rindo. "Lukaku teve um ótimo começo, mas não sei se ele tem um bom recorde contra o Liverpool". Vamos colocar o registro na frente dele e manter os dedos cruzados