Texto por Colaborador: Redação 09/04/2023 - 23:45

As poucas esperanças do Liverpool de um lugar entre os quatro primeiros na Premier League diminuíram ainda mais depois do emocionante empate com o Arsenal em Anfield, no qual mostraram os dois lados do que se tornaram.

No primeiro tempo, quando o Arsenal alcançou uma vantagem de dois gols, o Liverpool foi lento, sem vida e terrivelmente vulnerável na defesa ao sofrer dois gols baratos para Gabriel Martinelli e Gabriel Jesus.

A equipe de Jurgen Klopp parecia a caminho de outra derrota decepcionante, mas ganhou vida depois de um confronto entre Granit Xhaka, do Arsenal, e o lateral Trent Alexander-Arnold, do Liverpool.

Anfield, tão contido, ganhou vida e o Liverpool de repente se lembrou do que os tornou um time tão temido nos últimos anos.

O gol de Mohamed Salah criou um cerco no segundo tempo e exigiu o segundo pênalti falhado do egípcio e uma exibição magnífica do goleiro Aaron Ramsdale, do Arsenal, para manter o Liverpool desenfreado afastado, com Roberto Firmino cabeceando um merecido empate tardio.

O Liverpool já está há cinco jogos sem vencer desde que goleou o Manchester United por 7 a 0 e suas inconsistências - as ruins e as boas - estavam em plena exibição aqui.

Traduzido de Phil McNulty, redator chefe de futebol da BBC Sport em Anfield

Categorias

Ver todas categorias

Rúben Amorim é o nome certo para substituir Klopp?

Sim

Votar

Não

Votar

174 pessoas já votaram