Texto por Colaborador: 02/10/2020 -

Em meados de abril de 2015, ocorreu uma virada no Borussia Dortmund, cujas consequências ainda podem ser sentidas hoje. Jürgen Klopp, treinador de sucesso, anunciou sua saída no final da temporada. Mitch Langerak era um membro do time que foi pego de surpresa com a notícia. "Foi um grande choque, porque não vimos. Vi no noticiário de casa", disse o australiano ao portal Spox. "Naquela época era difícil perceber que um dos melhores treinadores do mundo estava deixando um dos melhores clubes do mundo", disse o goleiro.

Na primavera de 2015, o BVB se recuperou lenta mas firmemente de uma temporada anterior catastrófica, pelo menos o risco temporário de rebaixamento foi evitado.

No entanto, espalhou-se a sensação de que o tempo de Klopp no ​​Dortmund se esgotou e de que novos impulsos eram necessários. No entanto, isso não foi transmitido dentro da equipe. “O ambiente foi muito profissional, por isso ninguém veio chorar para o treino”, relata Langerak. No entanto, o significado monumental do processo também ficou claro para todos os jogadores. Afinal, Klopp estava encarregado de formar um time europeu de ponta.

O atual treinador de sucesso do Liverpool conseguiu isso principalmente graças à sua personalidade, diz Langerak. "É a maneira como ele fala com os jogadores. Ele faz com que todos se sintam importantes. Ele fala com todos sobre as coisas do dia a dia", disse o goleiro. "Éramos um dos melhores times do mundo naquela época e apenas 14 jogadores podiam jogar", disse Langerak. E ainda havia muito poucos problemas internos. Klopp era, por assim dizer, a cola que mantinha tudo unido. Essa é uma das razões pelas quais eles sentem falta dele no BVB até hoje.

Fonte: BVB Brasil

Categorias

Ver todas categorias

Você aprova o nome de Slot para comandar o Liverpool no lugar de Klopp?

Sim

Votar

Não

Votar

2751 pessoas já votaram