Texto por Colaborador: 25/06/2021 -

"Estamos calmos, pelo que temos, ganhamos", disse o presidente do Real Madrid e da Super League, Florentino Perez, ao El Transistor. "Os times ingleses foram coagidos.

“Eles assinaram algo que não deveriam, porque estão comprometidos com a Superliga. Eles queriam puni-los e os tribunais disseram não.

“Há um contrato vinculativo e ninguém pode sair. A Superliga continua. Fomos ao juiz que deu uma decisão e disse que a Superliga não pode ser tocada.

"A UEFA não pode fazer nada às pessoas ou aos clubes. Parou. Agora é o tribunal do Luxemburgo que tem de decidir."

O Liverpool, junto com outros cinco clubes da Premier League, foram os primeiros a declarar a intenção de se retirar da liga separatista, com o proprietário do FSG, John W Henry, fazendo uma rara aparição pública para se desculpar com os fãs.

No entanto, o The Times informou que esses clubes não deixaram formalmente a organização separatista.

Eles são supostamente coproprietários de uma holding na Espanha, com fontes importantes próximas à Super League afirmando que "não há mecanismo" para retirada e que a liga poderia ser relançada.

Categorias

Ver todas categorias

Mesmo com temporada instável, você ainda confia integralmente em Klopp?

Não

Votar

Sim

Votar

735 pessoas já votaram