Texto por Colaborador: 23/01/2020 -

O Liverpool soma dezesseis pontos de vantagem com um jogo a menos. Mas isso não é metade da história! Eles foram pressionados com mais força do que durante toda a temporada aqui - mas encontraram um caminho com o gol tardio de Firmino!

Desgosto para o Wolves, que chegou tão perto quanto qualquer um de infligir a primeira derrota do Liverpool na temporada.

Os anfitriões foram desfeitos por um lapso de concentração tardio, mas, mesmo assim, foi um desempenho de qualidade que causou muita ansiedade em Merseyside. No final, porém, os Vermelhos tem 16 pontos de vantagem no topo da tabela porque vencem jogos como este, nesta quinta-feira (23), no encerramento da 24° rodada.

De certa forma, começou a contagem regressiva. Agora, o título do Liverpool parece ser questão de tempo. Klopp foi até o Molineux, sofreu, mas contou sua tradicional perseverança para conquistar sua 22ª vitória em 23 jogos no Campeonato Inglês, ampliando a sequência de invencibilidade no torneio chega ao incrível número de 40 jogos. 

A vantagem dos Reds pode aumentar para 19 pontos. Isso porque o time de Klopp joga contra o West Ham na próxima quarta-feira, em partida remarcada da 18ª rodada durante o Mundial de Clubes. 

Houve ainda uma lesão no tendão de Sadio Mane que causará alguma preocupação, ele foi substituído no primeiro tempo e substituído por Takumi Minamino, fazendo sua estreia na Premier League e, deve-se dizer, ainda bastante para trás de seus companheiros de equipe. 

RESUMO JOGO - GE

O Molineux recebeu uma partida com o roteiro comum ao Liverpool. E aos Wolves. Os visitantes foram intensos no início e precisos no final. Os mandantes cresceram muito na segunda etapa. Mas caíram diante de uma equipe histórica. Henderson abriu o placar depois de escanteio cobrado por Alexander-Arnold, que deu sua 10ª assistência na temporada.

No início da segunda etapa, o incansável Adama Traoré avançou pela direita, cruzou, e Raúl Jiménez acertou belo cabeceio para empatar. Foi o 20º gol do mexicano na temporada, e o primeiro sofrido por Alisson depois de sete jogos. Os Wolves se mantiveram no ataque. Pressionaram e criaram boas chances. Mas foram castigados. Aos 38, Salah fez boa jogada, Henderson pegou a sobra e serviu Firmino. O brasileiro, apagado até então, finalizou com a esquerda e garantiu o 2 a 1.

GOLS

Henderson 8′ (assist – Alexander-Arnold)
Jimenez 51′
Firmino 84′ (assist – Henderson)

FICHA

Wolves: Patricio; Dendoncker, Coady, Saiss; Doherty, Moutinho (Gibbs-White 87′), Neves, Jonny; Traore, Neto (Jota 77′), Jimenez

Liverpool: Alisson; Alexander-Arnold, Gomez, Van Dijk, Robertson; Henderson, Wijnaldum, Oxlade-Chamberlain (Fabinho 70′); Salah (Origi 85′), Mane (Minamino 33′), Firmino

 

Categorias

Ver todas categorias

Nunez tem condições de repor a saída de Mane?

Não

Votar

Sim

Votar

617 pessoas já votaram