Texto por Colaborador: Redação 12/09/2023 - 17:00

Uma proposta para que Jurgen Klopp combine funções no Liverpool com a seleção alemã foi descrita como "fora de questão". Com Hansi Flick dispensado de suas funções como técnico da Alemanha no domingo, após a derrota por 4 a 1 para o Japão, Klopp surgiu como o substituto ideal.

Mas, embora os membros da federação alemã estejam ansiosos para que o treinador de 56 anos assuma o cargo de treinador de seu país, ele já rejeitou várias oportunidades de fazê-lo. O motivo disso é seu compromisso com o Liverpool, com quem assinou um novo contrato de quatro anos em 2022, vinculando-o a Anfield até pelo menos 2026.

Em junho, o agente de Klopp, Marc Kosicke, insistiu que o trabalho na Alemanha "não era um tema para nós", mas isso não impediu as especulações.

Foi sugerido que Klopp teria permissão para continuar como técnico do Liverpool até o final desta temporada se ele concordasse com os termos com a Alemanha.

Mas Florian Plettenberg, da Sky Alemanha, descreveu a opção de gestão dupla como "definitivamente fora de questão" para Klopp.

Plettenberg, que já trabalhou com fontes próximas ao próprio Klopp, acrescentou que "também parece irrealista" que ele deixe seu emprego em Merseyside. Isso não deve ser surpresa, dado seu trabalho em andamento em Anfield, com uma reconstrução do elenco em processo enquanto o treinador planeja "reformular o Liverpool".

"Temos esse tipo de recomeço com este 'Liverpool recarregado', se você quiser, e é uma coisa emocionante", disse Klopp em agosto.

"Então, todo mundo estava pedindo mudanças, com razão, porque estávamos juntos há muito tempo e as coisas correram muito bem e depois não tão bem e o momento para uma mudança é sempre um dos maiores desafios da vida.

"Aconteceu exatamente no momento certo? É difícil responder, mas agora aconteceu e isso é bom."

"É uma nova chance para todos, todo mundo tem que subir, o novo grupo de liderança e não só eles." (Via thisisanfield)

Categorias

Ver todas categorias

O Liverpool tem chances reais de título da PL?

Sim

Votar

Não

Votar

6336 pessoas já votaram