Texto por Colaborador: Redação 08/03/2024 - 01:00

O Liverpool está em negociações para estender seu lucrativo acordo de material esportivo com a Nike. O clube está atualmente na quarta das cinco temporadas do acordo iniciado em 2020.

Embora a mudança da New Balance tenha levado o Liverpool a concordar com uma taxa básica mais baixa de US$ 38 milhões (£ 30 milhões/€ 35 milhões) por temporada, o acordo com a Nike fez com que o clube ganhasse muito com o pagamento de royalties. O relatório do cenário financeiro e de investimento dos clubes europeus da UEFA indica que os Reds ganharam 144,7 milhões de dólares (113,1 milhões de libras/132,3 milhões de euros) com a venda de uniformes e mercadorias durante a temporada de 2022/23.

Isso coloca o Liverpool acima de qualquer outro clube da Premier League, e atrás apenas do Barcelona (US$ 196,1 milhões), do Real Madrid (US$ 169,8 milhões) e do Bayern de Munique (US$ 161,1 milhões) na Europa. Desde então, o diretor comercial do clube, Ben Latty, confirmou ao The Athletic que estão em andamento negociações sobre um novo acordo com o fabricante, bem como com outros patrocinadores.

“Estamos tendo essas conversas com a [patrocinadora] AXA e esperamos poder chegar a um bom resultado”, disse Latty. “Quanto à Nike, dado o grande volume de material que produzimos em todo o mundo e a distribuição relacionada a um negócio como esse, há um longo caminho que leva a esse tipo de negócio.

“Estamos mantendo conversas contínuas com eles. Não posso quebrar qualquer confidencialidade em termos de para onde estão indo.”

O Athletic também revelou que os recentes acordos de patrocínio com Google Pixel, Peloton, UPS e Orion Innovation renderam mais de US$ 58 milhões (£ 45 milhões/€ 53 milhões). É certamente um departamento em que o Liverpool está cada vez mais forte.

Via Liverpool.com

Categorias

Ver todas categorias

Rúben Amorim é o nome certo para substituir Klopp?

Sim

Votar

Não

Votar

68 pessoas já votaram