O ex-goleiro do Liverpool David James alertou Mohamed Salah que ele não é indispensável para os Reds, apesar de sua contribuição para a equipe de Jurgen Klopp.

Salah se tornou um dos principais atacantes da Premier League desde que chegou a Anfield com 104 gols em 165 jogos em todas as competições, incluindo oito em oito partidas da primeira divisão nesta temporada.

Depois de ter testado positivo para coronavírus durante a pausa internacional, Salah não jogou contra o Leicester City, e os Reds não foram afetados pela ausência do egípcio ao vencer por 3 a 0 - com Diogo Jota mais uma vez aparecendo no placar.

Agora, James avisou Salah que não é indispensável em meio a especulações em torno de uma transferência para o Real Madrid, dizendo ao Stadium Astro: "Se o preço for justo, qualquer jogador vai ser vendido. Depende de qual seja o preço.

"Se Salah fosse para o Man City, não acho que seria um bom negócio para o Liverpool. Se ele fosse para uma liga diferente e um país diferente, faria mais sentido.

"Não acho que o Liverpool dependa de Salah e isso é uma coisa boa para Jurgen Klopp. No entanto, ele ainda precisará ser substituído. Não acho que [Salah] seja indispensável."

O técnico do Reds, Klopp, confirmou que Salah agora retornou um teste de coronavírus negativo e, portanto, deve voltar à ação na Liga dos Campeões contra o Atalanta na quarta-feira.