Foi relatado anteriormente pelo The Athletic que o Liverpool estará sob investigação após o adiamento da partida de ida das semifinais do Arsenal na Carabao Cup. Isso se deve ao fato de os Reds terem muitos testes falso-positivos. Eles deveriam enfrentar punições severas se fosse confirmado que eles usaram as leis injustamente para obter uma pausa, conforme o relatório.

No entanto, o Evening Standard e o Liverpool Echo saíram para refutar essas alegações. De acordo com o Standard, a EFL 'não tem planos de investigar as circunstâncias do recente surto de Covid do Liverpool'.

O Echo acrescenta que 'a EFL não recebeu nenhuma reclamação formal' dos clubes sobre a decisão de adiar o jogo. O Standard acrescenta que a EFL está 'satisfeita' que os Reds tenham uma reivindicação legítima de adiar seu confronto e forneceram todas as evidências necessárias.

Embora as chances de obter um falso positivo sejam três em 10.000 testes, o Liverpool não está sendo culpado pela forma como os resultados saíram no momento.