Roberto Firmino voltou a treinar em Kirkby, com Jurgen Klopp a colocar os jogadores à prova antes da deslocação para enfrentar o Arsenal, no sábado.

Os Reds estão sem o brasileiro há três jogos devido a uma lesão no joelho, um raro período de ausência, já que o número 9 não havia sido descartado nos dois anos anteriores.

Firmino perdeu a derrota para o Fulham e subsequentes vitórias sobre Leipzig e Wolves, onde o regresso de Diogo Jota foi fundamental para anular o mais recente revés lesionado dos Reds.

Jurgen Klopp esperava sua volta ao time contra o Wolves, mas a pausa internacional, além de um fim de semana da Copa da Inglaterra de que o Liverpool não participou, proporcionou mais tempo para sua recuperação.

E ele voltou aos campos de treinamento em Kirkby nesta segunda-feira, quando o Liverpool deu início aos preparativos para a viagem aos Emirates na noite de sábado.

Ele foi acompanhado por nomes como Alisson, Fabinho, Naby Keita, Alex Oxlade-Chamberlain, Trent Alexander-Arnold, James Milner, Nat Phillips, Adrian, Ben Davies e Rhys Williams como o núcleo do grupo sênior.

Um total de 11 Reds ainda permanecem fora em missões internacionais, com Keita uma exceção, tendo retornado após um jogo em acordo entre o Liverpool e a Guiné.

O treinador usou o tempo entre o último jogo do Liverpool e agora também para controlar uma série de empolgantes jogadores da academia, que participaram de um amistoso interno na semana passada.

E Jakub Ojrzynski, Harvey Davies, Billy Koumetio, Ben Woodburn, Jake Cain, Leighton Clarkson, Mateusz Musialowski e Owen Beck foram os que permaneceram na sessão de segunda-feira.

O Liverpool vai para Londres, cinco pontos atrás do Chelsea, em quarto lugar, a nove jogos do final da temporada, uma vitória obrigatória se Klopp quiser ver seu time pressionado por uma vaga na qualificação para a Liga dos Campeões.