Joe Cole diz que não assinaria pelos Reds novamente se pudesse voltar no tempo. Cole acrescentou que não tem nada contra o clube, mas apontou a mudança de propriedade como um fator-chave em sua passagem fracassada. O ex-ala também destacou suas preocupações com lesões e a demissão de Roy Hodgson como razões para seu fracasso.

“Correndo o risco de aborrecer os fãs do Liverpool mais do que já estão aborrecidos comigo, provavelmente não o faria”, respondeu Cole quando questionado se assinaria pelo Liverpool novamente se pudesse voltar no tempo.

“Mas não por culpa do clube ou porque eu não gostava do clube nem nada. Assinei pelos proprietários anteriores e eles venderam o clube quatro ou cinco semanas depois.

“E você sabe como são os clubes de futebol, é difícil quando os técnicos vêm e vão, você pode cair em desgraça.

“Mas quando os proprietários vêm e vão ... Eu sabia que era apenas uma questão de tempo até que Roy [Hodgson] fosse chutado, e foi aí que minhas lesões começaram no sentido de que, por causa da lesão no joelho, continuei pegando lesões musculares, Eu não poderia explodir tão rápido quanto queria.

"Um pouco como você vê com Gareth Bale agora, e ainda mais com Gareth é flagrante porque ele é um velocista, eu nunca fui realmente um velocista.

“Mas nunca fui tão afiado como costumava ser [depois da lesão no joelho]. Então, clube certo, hora errada, eu diria. "

Joe Cole teve um início extremamente desfavorável em sua carreira no Liverpool, sendo expulso em sua estréia e ele nunca conseguiu realmente ir depois disso.

Considerando suas atuações e o fato de que sua passagem pelo clube foi um dos piores momentos da história do Liverpool, é seguro dizer que a maioria dos torcedores não gostaria que ele assinasse se pudessem voltar no tempo.