David Maddock, do The Mirror, um jornalista extremamente respeitável que cobre o Liverpool há quase 30 anos, ainda acredita que os Reds poderiam surpreender a todos na janela de transferências, apesar de sua péssima posição financeira.

"O recrutamento na verdade não para e, de muitas maneiras, a análise e o rastreamento que o Liverpool faz dos jogadores se expandirá agora, porque é ainda mais importante fazer a lição de casa", disse o repórter ao ECHO do Liverpool.

"Trata-se de procurar e encontrar jogadores na faixa etária certa, que você pode trazer qualidade adicional ao elenco sem necessariamente ter que sair e pagar a taxa que pagou, por exemplo, por Virgil van Dijk e Alisson.

"Eu relutaria em dizer que o Liverpool não fará contratações neste mercado atual, porque você nunca sabe, e pode ser que alguns jogadores estejam disponíveis a preços imensos, porque seus clubes estão com problemas financeiros".

O surto de coronavírus pode ter mudado tudo. Os clubes da Premier League estão enfrentando uma crise financeira de magnitude sem precedentes e o Liverpool não será uma exceção.

De fato, a pandemia já afetou os planos dos Reds para a janela de transferências no verão, quando abandonaram a disputa por Timo Werner, alguém que eles estavam ansiosos para desembarcar por um longo tempo.

Há uma chance de que Jurgen Klopp não tenha dinheiro para gastar.