O treinador do Chelsea, Frank Lampard, não demonstrou irritação com as críticas feitas por Jürgen Klopp, técnico do Liverpool, ao alto investimento de alguns clubes da Premier League na atual janela de transferência.

O alemão disse que os Reds não seguiam o mesmo caminho por não “não ser um clube que pertence a um país ou oligarcas”.

O Manchester City é controlado pela família real dos Emirados Árabes, enquanto o Chelsea pertence ao bilionário russo Roman Abramovich.

O treinador dos Blues aproveitou para rebater o rival com ironias.

“Não me chateou, até achei uma piada. A realidade é que, à exceção do Leicester (campeão inglês em 2016), que teve uma história incrível, todos os clubes que ganham o campeonato gastaram muito dinheiro em contratações. Basta olhar para Alisson, Van Dijk, Fabinho, Keita, Sadio Mané, Salah… Grandes jogadores que custaram muito. O Liverpool fez essas contratações durante bastante tempo”, disse Lampard, ao jornal “The Guardian”.

O Chelsea gastou mais de 223 milhões de euros na janela com as contratações de Hakim Ziyech, Ben Chilwell, Timo Werner e Kai Havertz, além de Thiago Silva que chegou de graça do PSG.

FONTE: ESPN BRASIL