Houve algumas inclusões surpreendentes na equipe do Liverpool, com Mohamed Salah e Virgil van Dijk incluídos e Harry Wilson fazendo sua primeira estreia no clube quase quatro anos após sua estreia como substituto.

Quem também estreou pelos Reds foi a nova contratação de Diogo Jota, após duas entradas na última semana.

Não incluído estava Xherdan Shaqiri, que impressionou na última rodada em Lincoln, mas agora estaria sujeito a sair dependendo do interesse por seus serviços.

Após 90 minutos de um futebol fraco tecnicamente - sobretudo no primeiro tempo - o Arsenal venceu o Liverpool por 5 a 4 nos pênaltis para chegar às quartas-de-final da Copa Carabao, depois de um empate em 0-0.

Os times empataram 5-5 em Anfield antes da disputa de pênaltis da última temporada, vencida pelo Liverpool, mas esta foi uma partida consideravelmente menos emocionante.

Ambas as equipas lutaram para ter fluência depois de fazerem várias alterações desde o encontro pela Premier League na segunda-feira.

Mas depois que Divock Origi e Harry Wilson viram os pênaltis salvos por Bernd Leno, Joe Willock marcou o pênalti da vitória.

Se conhecemos o Liverpool e Klopp, a equipe não dará muito importância pela desclassificação da Copa. 

FICHA TÉCNICA:

Liverpool: Adrian; N.Williams, R.Williams, Van Dijk (Gomez 61′), Milner; Grujic, Jones, Wilson; Salah (Origi 61′), Minamino, Jota (Wijnaldum 76′)

Arsenal: Leno; Cedric, Holding, Gabriel, Kolasinac; Xhaka, Willock, Ceballos (Elneny 68′); Pepe, Saka (Maitland-Niles 86′), Nketiah (Lacazette 82′)

PENALIDADES

MILNER – SCORED
Lacazette – Scored
WIJNALDUM – SCORED
Soares – Scored
MINAMINO – SCORED
Elneny – Saved
ORIGI – SAVED
Maitland-Niles – Scored
JONES – SCORED
Pepe – Scored
WILSON – Saved
Willock – Scored