O Liverpool confirmou que o ala-ofensivo Mateusz Musialowski assinou o seu primeiro contrato profissional com o clube, tendo ingressado na primeira equipe da pré-temporada.

Musialowski está se encaminhando para sua segunda temporada no Liverpool, tendo causado um grande impacto com os sub-18, após sua transferência do SMS Lodz no verão passado.

Em 26 partidas pelos jovens Reds, Musialowski marcou 12 gols e fez cinco assistências, dando uma amostra do talento que lhe valeu o apelido de "Messi polonês" em sua terra natal.

Apenas Max Woltman (21) e Layton Stewart (20) contribuíram com mais gols do que o jovem de 17 anos na temporada passada, o que é particularmente impressionante, já que foi sua primeira campanha em um novo país.

Em seguida, ele foi nomeado para a equipe itinerante de Jurgen Klopp para o acampamento de pré-temporada na Áustria, onde atualmente trabalha ao lado de nomes como Mohamed Salah e Sadio Mane.

Antes de rumar para o Salzburgo, Musialowski assinou o seu primeiro contrato profissional com o clube, antes de uma possível ascensão aos sub-23 em 2021/22.

O acordo segue anúncios semelhantes para Harvey Davies, Luke Chambers e Oakley Cannonier, com o compromisso de Musialowski provavelmente excitante para os torcedores.

De acordo com James Pearce, do The Athletic, é um contrato de três anos que o liga ao Liverpool até 2024.

As comparações com Lionel Messi são, naturalmente, prematuras, mas servem para destacar o tipo de jogador que Musialowski é.

O jovem polonês é um ala confiante e astuto que também pode jogar como número 10 ou até mesmo como atacante-centro, com sua habilidade de driblar e olho para o gol tornando-o uma válvula de escape devastadora em uma variedade de funções.

“Eu adoro pegar a bola, apenas driblar todo mundo. Este é o meu estilo de jogar futebol ”, disse ele ao programa The Academy da LFCTV em março.

“Quando driblo o primeiro jogador, sinto-me mais confiante, mas quando começo a correr, simplesmente vou.

“Os treinadores da Polônia e daqui nunca me disseram para parar, então é por isso que eu continuo!”