Agora com 17 anos, Kaide Gordon assinou seu primeiro contrato profissional com o Liverpool menos de um mês depois de se tornar o quinto estreante mais jovem do clube.

O talentoso ala tem uma longa lista de admiradores, que cresceu significativamente desde que chegou a Merseyside em janeiro vindo do Derby, aos 16 anos.

Foi direto para a academia antes que ele chamasse a atenção de Pep Lijnders no verão.

“‘ Uau, temos um novo jogador aqui! ’” Foram as palavras de Lijnders para Jurgen Klopp por telefone, após testemunhar pela primeira vez um show de “fogo” em todas as suas ações durante o treinamento com os sub-23.

E Gordon foi posteriormente convocado para os planos de pré-temporada da primeira equipe, e ele não olhou para trás desde então.

O lateral jogou 194 minutos em cinco jogos durante o acampamento de pré-temporada na Áustria e na França, que terminou com uma partida em Anfield contra o Osasuna.

Mas seu momento de destaque até o momento foi, sem dúvida, sua estréia profissional pelo clube no confronto da Copa da Liga em Norwich, nomeado como titular antes de jogar os 90 minutos completos.

A atuação de Gordon fez dele o quinto estreante mais jovem da história do clube, com apenas 16 anos, 11 meses e 16 dias.

Agora, com 17 anos no dia 5 de outubro, Gordon assinou seu primeiro contrato profissional com o Liverpool.

Ele se junta a nomes como Harvey Davies, Luke Chambers, Oakley Cannonier e Mateusz Musialowski para fechar negócios semelhantes no início deste ano, com talentos que não faltam na academia.

O Liverpool está ansioso para administrar as expectativas, mas isso não impediu Lijnders de elogiar o jovem antes de sua estreia em Norwich.

“O que você vê muito com esse tipo de ala é que eles podem jogar melhor, eles podem se combinar e ele tem um gol - ele tem essa habilidade natural de estar dentro da área, entre as traves para marcar”, disse o treinador assistente.

“Poucos talentos têm isso. Eles podem ter a habilidade de driblar, mas não têm esse desejo de chutar, de entrar na caixa, de marcar.

“Ele é um típico ala do Liverpool Football Club, na minha opinião. Ele tem gols, velocidade e nós gostamos muito dele e estamos muito felizes por ele estar conosco! ”