O Liverpool anunciou sua lista de contratados da Premier League na sexta-feira, com quatro jovens deixando o clube. Dois receberam novas ofertas de contrato, no entanto.

Quatro jogadores da academia deixam o Liverpool neste verão, de acordo com a lista contratada dos Reds para a Premier League. O clube anunciou isso na sexta-feira.

Liam Coyle, Joe Hardy Abdi Sharif e Jack Walls partirão do LFC neste verão assim que seus contratos terminarem.

Do quarteto, apenas Hardy fez uma aparição na primeira equipe. O atacante jogou oito minutos em Anfield na FA Cup em fevereiro de 2020, quando um jovem time do Liverpool derrotou Shrewsbury Town.

Hardy também é o único dos quatro que começou sua carreira juvenil longe do Liverpool. Ele brilhou pelos jovens times do Manchester City antes de ingressar no time B do Brentford.

Suas atuações valeram-lhe uma mudança para o Liverpool, mas ele nunca foi realmente capaz de fazer um nome para si mesmo com os Reds. Agora com 22 anos, ele certamente vai tentar fazer o salto sênior em outro lugar.

Coyle é outra partida notável. Ele tem agora 21 anos e está nas categorias de base há muito tempo, sendo capitão de times ao longo do caminho.

Porém, este é o fim de seu tempo com os Reds. Esperançosamente, todos os quatro encontrarão clubes decentes ao darem seus próximos passos.

No entanto, dois jogadores da academia com contratos vencidos receberam ofertas do Liverpool. Yasser Larouci e Remi Savage podem permanecer com os Reds, se quiserem.

Savage não é alguém que consideramos próximo do nível de primeira equipe, mas Larouci certamente é. O argelino participou de pré-temporadas com o time titular, enquanto jogou a maior parte de uma partida da FA Cup contra o Everton em janeiro de 2020.

Isso terminou em 1 a 0, é claro, com Curtis Jones fazendo uma bela vitória.

Esperávamos que Larouci fosse embora, na verdade. Houveram relatos de que ele faria no verão passado, com Goal alegando que tanto Brentford quanto o Leeds United o desejavam.

Se isso for verdade, imaginamos que a oferta do Liverpool não seja a única na mesa.