O Liverpool é oficialmente o melhor time do mundo, depois de vencer o Flamengo na final da Copa do Mundo de Clubes neste sábado. Os Reds enfrentaram o Campeão da Libertadores, Brasileiro e Carioca em 2019, o Flamengo que por momentos encarou o poderoso Liverpool, campeão da Liga dos Campeões e líder da Premier League, de igual para igual. Mas, no fim, os Reds tomaram conta do jogo e venceram por 1 a 0, com gol de Roberto Firmino aos 8 minutos do 1º tempo da prorrogação.

Os Reds começaram de maneira confiante e Roberto Firmino teve uma excelente chance no primeiro minuto. Naby Keita chegou perto logo depois, e um ataque de longa distância de Trent Alexander-Arnold sublinhou o domínio do Liverpool logo no início. Mas o Flamengo cresceu no jogo, auxiliado por uma arbitragem absolutamente terrível. 

Muito parecido com o primeiro tempo, a primeira chance do segundo recaiu sobre Firmino após seu excelente controle, mas seu chute no chão ricocheteou no poste e na frente do gol. O Liverpool voltou a ser dominante e Salah teve uma chance de um cruzamento de Trent, mas mostrou a oportunidade. No outro extremo, Alisson fez uma excelente defesa para negar Barbosa. Uma lesão grave para Oxlade-Chamberlain viu Adam Lallana substituir o meio-campista. Posteriormente, houve poucas chances claras de ambos os lados até o primeiro minuto do intervalo. Mane foi derrubado por Rafinha e o árbitro inicialmente marcou um pênalti.

Mas depois de um longo atraso no VAR, o árbitro mostrou sua total incompetência ao anular a penalidade e nem sequer marcar uma falta para o Liverpool na entrada da área.

Foi para a prorrogação. E novamente a primeira chance do meio foi para Firmino - só que desta vez ele não perdeu. Foi um maravilhoso contra-ataque do Liverpool, iniciado por um excelente passe de Jordan Henderson para Mane, que montou Firmino e ele cortou para dentro e guardou.

O Liverpool Football Club se consagra campeão e agora possui agora todos os troféus possíveis.

LIVERPOOL 1x0 FLAMENGO

LIVERPOOL: Alisson ; Alexander-Arnold, Gomez, Van Dijk, Robertson; Henderson, Keita (Milner 100 ′, Oxlade-Chamberlain (Lallana 75 ′; Salah (Shaqiri 120 + 1 ′), Juba, Firmino (Origi 105 ′).

FLAMENGO: Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Mari, Filipe Luis, Arao, Gerson (Lincoln 102 '), Ribeiro (Diego 82'), De Arrascaeta (Vitinho 77 '), Henrique, Barbosa.

Gol: Firmino
Árbitro: Jassim Abdulrahman (QAT)