O Wolverhampton Wanderers teria encerrado seu interesse em Divock Origi, do Liverpool, e Olivier Giroud, do Chelsea.

A formação de West Midlands deve ficar sem o atacante Raul Jimenez por vários meses após sua fratura no crânio, e Fabio Silva, de 18 anos, tem lutado para encontrar suas chuteiras.

Como resultado, Nuno Espírito Santo foi apontado para trazer um novo atacante em janeiro, mas ao invés de mergulhar em seu peito de guerra, os Lobos chamaram Patrick Cutrone de volta do seu empréstimo na Fiorentina.

De acordo com o The Mirror, Santo originalmente tinha gostado de Origi e Giroud, mas ele admitiu que movimentos para ambos não acontecerão neste mês.

O relatório acrescenta que os donos do clube não estão dispostos a financiar grandes movimentações em janeiro devido aos gastos do verão, com Santo sendo instruído a se contentar com os jogadores que tem atualmente à sua disposição.

Origi fez apenas três jogos na Premier League pelo Liverpool esta temporada, enquanto Giroud provou ser um jogador importante para o Blues, mas agora está nos últimos seis meses de seu contrato com Stamford Bridge.