Texto por Colaborador: Redação 06/05/2023 - 23:55

Trent Alexander-Arnold foi, novamente, o destaque na vitória do Liverpool sobre o Brentford por 1 x 0 no sábado, com Jurgen Klopp mantendo sua nova função.

Os Reds assumiram a liderança no início de Anfield e mantiveram-na em sua sexta vitória consecutiva, enquanto sua pressão para os quatro primeiros continua.

Alexander-Arnold recomeçou em sua nova função híbrida - com a posição inicial de lateral-direito, mas passando para o meio-campo com a posse de bola - e o nº 66 se destacou.

Contra o Brentford, ele teve mais toques do que qualquer outro jogador (73) e completou mais passes também (49), com apenas a falta de precisão de Darwin Nunez negando-lhe a sétima assistência consecutiva.

Falando à Sky Sports após o jogo, Klopp foi questionado se era seu plano manter Alexander-Arnold no meio-campo sempre que possível.

"Eu penso que sim. A longo prazo, veremos o que podemos fazer”, respondeu o comandante.

“Depende dos novos jogadores que trazemos e que podem jogar em diferentes posições, isso é claro, mas combina muito bem com ele.

“Acho que a chance que ele criou para Darwin foi, novamente, uma bola muito, muito especial para jogar lá [e] ele é, defensivamente, extremamente forte.”

Espera-se que o Liverpool contrate até três meio-campistas neste verão, com Alexis Mac Allister alinhado como o primeiro contratado e nomes como Mason Mount e Ryan Gravenberch também vinculados.

Mas o surgimento de Alexander-Arnold como uma força criativa no meio do campo pode ter permitido a Klopp ajustar ligeiramente suas prioridades.

É claro que estes últimos meses da temporada estão sendo usados em parte como preparação para a próxima campanha, e o alemão explicou que seus jogadores ainda estão se acostumando com o 3-4-3.

“Temos que nos adaptar ainda à formação”, admitiu Klopp.

“Acho que no último jogo lutamos um pouco [atrás de Trent]. [Mas] não é sobre ele, ele não pode estar em todos os lugares.

“No primeiro momento em que perdemos a bola, por exemplo, no contra-ataque, claro que ele tem que ficar no centro.

“Isso significa que Ibou ou quem joga nessa posição tem que cobrir o espaço atrás dele. Estávamos um pouco passivos lá no último jogo.

“Mas tirando isso, o Trent jogou agora praticamente todos os minutos desde seis, sete semanas nesse período superintenso, com jogos a cada três dias.

“E por isso, é excelente o que ele está fazendo.”

 

Categorias

Ver todas categorias

O Liverpool tem chances reais de título da PL?

Sim

Votar

Não

Votar

6677 pessoas já votaram